Bayer lança novo programa de relacionamento

21 Outubro 2019
Author :  

Camila Gonzaga

Em breve, os agricultores contarão com um novo modelo digital para apoiá-los durante toda a sua jornada no manejo da lavoura. Trata-se de uma evolução da proposta da Rede AgroServices para duas novas iniciativas: o Impulso Bayer, o novo programa de relacionamento com o produtor, e a Orbia, a plataforma que surgiu de uma joint venture em parceria com a Bravium, que combina marketplace de fidelidade, commodities e insumos.

De acordo com o presidente da divisão agrícola da Bayer, Gerhard Bohne, o acesso à internet, as gerações mais jovens que vêm assumindo a frente do negócio da família no campo e a necessidade de levar o ambiente de compras on line tanto para os produtores quanto aos distribuidores da Bayer foram algumas as principais razões que levaram a companhia a investir neste novo modelo de negócio.

“O novo cenário proposto pela Bayer vai ao encontro da tendência atual, na qual vemos clientes que compram em lojas físicas e virtuais, além de participarem de programas de fidelização”, compara Gerhard. O produtor passará a acumular pontos dentro do Impulso Bayer como programa de relacionamento e os trocará por produtos e serviços na plataforma da Orbia. “A lógica é bastante semelhante ao sistema dos programas de milhagem das companhias aéreas, no qual as pessoas já estão acostumadas a interagir com as duas interfaces com diferentes finalidades. A ideia deste formato é trazer mais benefícios para o agricultor”, acrescenta Gerhard.

O Impulso Bayer é o novo programa de relacionamento com produtores rurais e representa o jeito Bayer de ser. “Nascemos com uma motivação em mente: inspirar e impulsionar os agricultores para o futuro através de experiências exclusivas”, diz Thiago Junqueira, diretor de Experiência do Cliente da Divisão Crop Science da Bayer. O programa prevê a classificação dos clientes de uma a cinco estrelas, de acordo com o nível de relacionamento que ele mantém com a Bayer. As estrelas proporcionam acesso a experiências exclusivas, como o atendimento personalizado de um concierge para o agronegócio online, participação em eventos e até mesmo viagens exclusivas para destinos internacionais. Todas as experiências têm como objetivo promover o diálogo, a imersão sobre as novas tecnologias e discutir temas importantes para o agronegócio, como sustentabilidade, inovação e transformação digital. “Com a proposta, queremos oferecer algo inovador ao produtor, é um programa de relacionamento inédito no mercado”, explica Junqueira.

Já a plataforma Orbia nasce com a proposta de ligar o agricultor a uma rede para facilitar seus processos, fazer negócios e gerar valor. Esta nova empresa visa criar uma nova proposta de valor para todos os stakeholders que compõem a cadeia tradicional por meio de três plataformas distintas. “A criação de uma nova empresa foi necessária para possibilitar esta expansão para o mercado”, pondera o CEO da Orbia, Ivan Moreno.

O programa de fidelidade por coalizão permite a ampliação do modelo atual para um novo formato, no qual outras empresas do agronegócio também ofereçam pontos em suas transações e expandam a oferta de produtos e serviços para serem trocados por pontos. “O modelo gera valor ao cliente final e aumenta de forma significativa a retenção deste cliente para as empresas aderentes”, explica Moreno. Esse programa de coalizão com foco no agronegócio já nasce com catálogo relevante com mais de 700 produtos e serviços diferentes, além de uma base com 140 mil produtores engajados, o equivalente a 65% área plantada do Brasil.

A plataforma para venda de insumos permite que distribuidores e cooperativas comercializem seu portfólio por meio de um canal virtual, utilizando uma plataforma simplificada, que viabiliza a negociação e submissão de prescrição agronômica digital. A nova ferramenta de compra também permite ao produtor maior acesso à oferta de crédito, assim como respeita às políticas de distribuição estabelecidas pela indústria.

A plataforma para compra e venda de commodities oferece uma ferramenta moderna para a comercialização da produção de forma direta, ampliando o acesso ao mercado para produtores e originadores. Além disso, permite a mitigação de riscos de crédito para tradings e distribuidores e viabiliza que o produtor utilize sua produção como meio de pagamento. A proposta expande o modelo do Made in Farm, projeto piloto que funciona há mais de 2 anos por meio da venda direta de cafeicultores que comercializam a sua produção.

Transformação Digital

O novo modelo construído pela Bayer visa promover um novo caminho de transformação digital dentro do agronegócio “A companhia vem investindo continuamente em soluções digitais, assim como tem focado em pesquisa e desenvolvimento para novos produtos há mais de um século. As ferramentas digitais transformaram muitos setores e estamos apenas na superfície da importância delas para a agricultura", reforça Bohne.

Além disso, a Bayer tem o cuidado de integrar os novos modelos que vem chegando aos negócios já existentes da empresa no mercado. A proposta de digitalização tem como premissa criar valor para toda a cadeia e oferecer diversas vantagens aos parceiros comerciais e clientes. “O modelo de marketplace ampliará os negócios dos nossos atuais canais de distribuição, suportando a entrada dos mesmos nos meios digitais e possibilitando o acesso a novos clientes”, explica.

O modelo de negócio está ligado à estratégia de inovação aberta que vem sendo adotada nos últimos anos pela multinacional. Para ajudar a promover a transformação digital na agricultura, a Bayer busca estar conectada às startups do agronegócio – as chamadas agtechs – por meio de diversas iniciativas e conta com um comitê de governança do ecossistema de inovação aberta.

O Bayer Growth Ventures, por exemplo, tem permitido a adesão de uma série de empresas ao negócio da Bayer. Exemplos são os investimentos do fundo na empresa de análises Tbit, por meio de uma iniciativa liderada pela Microsoft e o fundo BR Startups, e o aporte direto na Grão Direto, plataforma de comercialização e inteligência para o mercado físico de grãos. São empresas que ajudam a colocar a Bayer na liderança da transformação digital do agronegócio e que apresentam diversas sinergias potenciais entre si e com estas novas ações anunciadas.

Outra iniciativa voltada às startups é a parceria com o AgTech Garage, principal hub de inovação do setor, localizado na cidade de Piracicaba (SP), região considerada o Vale do Silício da agricultura. O objetivo da iniciativa é estabelecer relacionamentos colaborativos entre todos os atores que beneficiam a cadeia produtiva.

“As inovações se estendem a diversas áreas e a Bayer valoriza isso. Boa parte das iniciativas anunciadas pela companhia nos últimos anos demonstram este foco da empresa”, finaliza Gerhard Bohne, presidente da divisão agrícola.

244 Views
Jornal AgroNegócio

Jornal AgroNegócio 12 anos.

Login to post comments
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…